“Nature and Technology: friends or enemies?”

Um breve comentário ao texto “Nature and Technology: friends or enemies?”, de Molly Flatt para a BBC Earth, disponível no seguinte link.

No texto de Andrew Kirk, “Appropriating Technology. The Whole Earth Catalog and Counterculture Environmental Politics”, é explorada a questão do Whole Earth Catalog e o facto do mesmo se ter tornado num objecto que congregava duas vertentes aparentemente distintas — por um lado o despojo e da vida simples que alguns hippies levavam, por outro a tecnologia que emergia em torno de grupos ambientalistas.  Em suma, explora uma questão que se estendeu até à actualidade — a relação Natureza e tecnologia. O texto “Nature and Technology: friends or enemies?” explora essa relação.

O “manual” da contracultura e tecnologia desenvolvido por Stewart Brand, Whole Earth Catalog, já espelhava nas suas páginas a rápida proliferação que os avanços tecnológicos tinham, no vasto numero de entradas e objectos que apresentava. Avançando dos anos 60 até à actualidade, a tecnologia ocupou as vidas, ganhando hegemonia quase total. No seu texto, Molly Flatt apresenta o panorama actual, da relação intrínseca e dependente que temos com a tecnologia:

“Sunsets obscured by selfies. Hundreds of thousands of tonnes of toxic ‘e-waste’ dumped in Ghanaian wetlands each year. Words such as ‘acorn’, ‘adder’ and ‘willow’ excised from the Oxford Junior Dictionary to make way for ‘broadband’, ‘analogue’, and ‘cut and paste’.(…) We complain about the colonisation of our wild places with wifi, yet declare internet access to be a human right.” 

plastics-from-e-waste-from-national-geographic-photographer
Pilha de e-waste, lixo tecnológico que se acumula, contaminando o ambiente. Foto de Mike Biddle.

Contudo, a autora referencia o facto da tecnologia não ter apenas esta face negativa, referindo a ajuda que a mesma presta, nomeadamente em sistemas de conservação e monitorização de espécies em risco. Da mesma forma, a Natureza teve influência em desenvolvimentos tecnológicos.

Pode reflectir-se na relação entre Natureza, e como é indispensável e recíproca — a Natureza inspira a tecnologia, a tecnologia pode ajudar a conservação da Natureza. A autora cita Lucas Joppa, “Technology isn’t going to solve all of the conservation problems of today, but it can be a fantastic tool in the toolbox.” Stewart Brand definia Whole Earth Catalog com o mote “access to tools”, talvez a própria tecnologia seja a ferramenta por definição, que congrega muitas outras.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s